sexta-feira, agosto 28, 2009

A Idade de Ser Feliz


"Existe somente uma idade para a gente ser feliz,
somente uma época na vida de cada pessoa
em que é possível sonhar e fazer planos
e ter energia bastante para realizá-las
a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.

Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente
e desfrutar tudo com toda intensidade
sem medo, nem culpa de sentir prazer.

Fase dourada em que a gente pode criar
e recriar a vida,
a nossa própria imagem e semelhança
e vestir-se com todas as cores
e experimentar todos os sabores
e entregar-se a todos os amores
sem preconceito nem pudor.

Tempo de entusiasmo e coragem
em que todo o desafio é mais um convite à luta
que a gente enfrenta com toda disposição
de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO,
e quantas vezes for preciso.

Essa idade tão fugaz na vida da gente
chama-se PRESENTE
e tem a duração do instante que passa."

quarta-feira, agosto 26, 2009

Pensamento do dia


"Não importa o que o passado fez de mim. Importa é o que farei com o que o passado fez de mim"

domingo, agosto 23, 2009

Hoje o meu cérebro está adormecido



"- Achas que se mandarem parar o carro e nos fizerem o Teste de Rochat nos deixam continuar?
- ha ha ha ha estas demais!

- Loucos são eles..."

sexta-feira, agosto 21, 2009

quarta-feira, agosto 19, 2009

Conta-me histórias




Agora que pousasssssssss a cabeçaaaaaaaaaaa...

Estou bem disposta :)

Viva os mes' Xutos

terça-feira, agosto 18, 2009

Shibari



Shibari é um verbo Japones que significa literalmente amarrar ou ligar e é usado no Japão para descrever o uso artístico na amarração.
Kinbaku é a palavra japonesa para "Bondage" ou ainda Kinbaku-bi que significa "o bondage bonito". Kinbaku (ou Sokubaku) é um estilo japonês de amarração sexual ou BDSM que envolve desde técnicas simples até as mais complicadas de nós, geralmente com várias peças de cordas (em geral de 6mm ou 8mm) e que podem ser de materiais diferentes, sendo a tradicional corda japonesa utilizada para o Shibari, a de cânhamo.
A palavra Shibari tornou-se comum no ocidente em meados dos anos 90 para denominar a arte de amarração chamada Kinbaku.

Fonte: wikipedia

segunda-feira, agosto 17, 2009

Pensamento do dia


"Nenhum caminho é longo demais quando um amigo nos acompanha."

quinta-feira, agosto 13, 2009

Frank Zappa - Watermelon

O Inconfundível som da guitarra!!!!

O Semeador de Estrelas

O "Semeador de Estrelas" é uma estátua que está em Kaunas, Lituânia. Durante o dia pode até passar despercebida, como mostra a foto:


Mas quando a noite chega, a estátua justifica seu título. Com a escuridão seu nome passa a fazer sentido. Vejam então a foto tirada à noite:

O efeito de luz e sombra semeia as estrelas.
Lindo, não vos parece!!!??

terça-feira, agosto 11, 2009

Chuva de meteoros visível nas próximas duas noites

Pequenos meteoros brilhantes serão visíveis hoje e quarta-feira à noite, por vezes à média de um por minuto, numa chuva de estrelas provocada pela entrada na atmosfera de poeiras de um cometa.
«Quando a Terra, na sua órbita, passa por locais onde há restos de cometas, neste caso o Swift-Tutle, há uma grande quantidade de poeira que entra nas altas camadas da atmosfera e provoca esta chuva de meteoros», explicou à Lusa o astrónomo e biólogo Pedro Ré.
Chama-se também Perseidas a este fenómeno anual, em que a Terra segue numa determinada direcção no seu movimento de translação e os meteoros vêm da direcção da constelação de Perseus, sendo alguns deles bastante brilhantes.
O pico do espectáculo astronómico está previsto para as 18:00 TU de quarta-feira (17:00 em Lisboa), quando ainda não é noite em Portugal, sendo que a Lua vai interferir um pouco, por estar na fase minguante, e retirar algum brilho ao firmamento. Mas, mesmo assim, os astrónomos garantem que irá valer a pena observar o céu nas duas próximas noites.
Não é necessária qualquer protecção da vista, nem a utilização de binóculos ou telescópios, já que todo o fenómeno das estrelas cadentes, como também é conhecido, abrange todo o céu e pode observar-se naturalmente à vista desarmada.
«Os meteoros são muito pequenos, do tamanho de ervilhas ou no máximo de bolas de ténis, e são muito fugazes, duram poucos segundos», disse Pedro Ré, presidente da Associação Portuguesa de Astrónomos Amadores.
«Nestes casos nunca devemos usar qualquer ajuda óptica, nem binóculos nem telescópios, porque o campo é muito restrito e se os utilizarmos não veremos nada», acrescentou.
Para observar o fenómeno nas melhores condições, com céu limpo, as pessoas devem deitar-se no chão, proteger-se contra o frio e assistir ao espectáculo natural e não recear que algum meteoro lhes caia em cima, sugere Pedro Ré.
É que, dadas as suas muito pequenas dimensões, estes meteoros desfazem-se antes de entrarem na atmosfera, que funciona como protecção.

Fonte: Agencia Lusa

Águas passadas...


"A melodia era triste, invocando um sofrimento doloroso, de um ritmo extasiante, que enlameava a alma e a fazia cair num oceano de vagas sensações, como que perdida num vasto lago de lágrimas pedindo o sussurrar de uma vontade distante. Mas como força desconhecida, a mesma melodia embarcava num novo tom, sendo luz e esperança, rasgando com o passado e criando uma nova realidade, gritante necessidade de uma libertação completa dos sentidos e da alma. Era nova fragrância, queixume passado, desespero rasgado de perfume de vida que agora abraçava a audição. Tal como um trabalho, que por vezes parece completamente distante de nós próprios, depois de alguns fracassos vividos com sofrimento. Um trabalho que parece apodrecido, juntamente com a vontade que nos abandona lentamente, mergulhando-nos num vale depressivo de auto mutilação argumentativa, criação opaca e viscosa, como um fungo que ameaça devastar todo um esforço e caminho já traçados. Com o passar do tempo, sendo abraçados pela presença eterna daqueles que acreditam em nós e estão presentes na chama partilhada de uma invocação, continuamos a acreditar, não da mesma maneira, mas recusamos uma desistência no eloquente campo de batalha. E com as armas erguidas, perante as adversidades, relativas ou não, criamos a nossa própria história, juntamente com aqueles que acreditam no mesmo que nós, com aqueles que são parte de um desejo conjunto."

sexta-feira, agosto 07, 2009

sábado, agosto 01, 2009

1º de Agosto


É amanhã dia 1º de Agosto
E tudo em mim é um fogo posto
Sacola ás costas, cantante na mão
Enterro os pés no calor do chão
É tanto o sol pelo caminho
Que vendo um, não me sinto sozinho
Todos os anos, em praias diferentes
Se buscam corpos sedosos e quentes
Adoro ver a praia dourada
O estranho brilho da areia molhada
Mergulho verde nas ondas do mar
Procuro o fundo pra lhe tocar
Estendido ao sol, sem nada dizer
Sorriso aberto de puro prazer.
Xutos & Pontapés
1º de Agosto